veja os países confirmados

Quantos paises já visitei. Faça o seu mapa personalizado de viagens
Visitei 8 países das Nações Unidas (4.14%) num total de 193.
Faça o seu mapa de viagens.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O risco de dirigir falando ao celular


Muito tem se falado sobre os riscos que envolvem o ato de dirigir um veículo e falar ao celular ao mesmo tempo, mas parece que pouco se sabe sobre o real efeito de se combinar estas ações na prática, pois o desrespeito a essa regra é frequente e visível. Para tentar mensurar isto, a Universidade Carnegie Mellon em Pittsburgh - EUA fez uma série de estudos. Segundo a conclusão do levantamento, uma pessoa que fala ao celular enquanto dirige tem sua percepção reduzida em até 37%, o que pode levá-lo a cometer erros semelhantes aos ocorridos quando se dirige embriagado.
Para entender a dimensão da distração no cérebro de um motorista foram utilizadas técnicas de ressonância magnética para documentar o efeito. Outras circunstâncias também foram avaliadas pelo estudo como fazer ligações com celulares sem necessariamente, comer, ouvir rádio ou conversar com um passageiro.
Em 2005, uma outra universidade norte americana de Utah havia levantado que motoristas falando ao celular enquanto dirigem são mais lentos para acionar os freios e variam mais a velocidade durante o trajeto. A comparação é com os motoristas que estão em condições normais, não distraídos ou pelo alcóol ou pelo telefone. O estudo mostrou que as pessoas que falam ao celular assim como as que dirigem embriagadas não acreditam que isto prejudica seu desempenho.
Também em 2005 um estudo feito pelo Insurance Institute Highway Safety, entidade ligada às seguradoras americanas, concluiu que motoristas que dirigem falando ao celular quadruplicam as chances de acidentes sérios. O problema, segundo mostra o trabalho da entidade, não se refere apenas ao fato de o motorista segurar o aparelho enquanto dirige, mas ao grau de distração, que é o mesmo quando se utiliza um sistema com viva-voz.
Temendo um aumento muito grande na quantidade e gravidade dos acidentes no trânsito muitos países adotaram como medida interpretar o uso de celular enquanto dirige uma infração. A grande maioria dos países europeus estabelece punições para estas ações assim como países das Américas, China, Japão e alguns países africanos. A severidade das multas varia de país para país, na Holanda, por exemplo, o infrator pode pegar até duas semanas de cadeia ou pagar uma multa de 2 mil euros.
No Brasil o Código de Trânsito estabelece que: Dirigir o veículo Utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular é uma infração passível de uma penalidade média de 4 pontos na carteira de motorista e sujeita a uma multa no valor de R$ 85,13. No Brasil infelizmente há o problema de falha na fiscalização e o que vemos é um número cada vez maior de pessoas com este hábito. E você? Está disposto a reavaliar suas atitudes no trânsito?

Um comentário:

  1. Infração muito comum em veiculos que possuem película nos vidros, pois dependendo do grau de transparencia não se identifica com clareza se o condutor esta fazendo uso do aparelho ou está coçando o rosto, e na dúvida, melhor não ser injusto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim.

Seja um membro você também!