quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Feneauto protocola oficio sobre Simulador de Direção no CONTRAN



Ofício n. º 028/12

Prezado Senhor,

A FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTOESCOLAS E CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES, entidade federal representante da categoria patronal em epígrafe, neste ato representada por seu Presidente, Sr. Magnelson Carlos de Souza, vêm, respeitosamente à elevada  presença de Vossa Senhoria, expor o que segue:

Tendo em vista a reunião técnica realizada no dia 28 de novembro de 2012 na sede do DENATRAN com a FENEAUTO, a qual reiteramos nossos agradecimentos, tomamos a liberdade de com o devido respeito apresentar propostas de adequação as Resoluções 422 e 423 do CONTRAN, as quais apontamos abaixo:

- Inicialmente gostaríamos de solicitar que seja encaminhada a FENEAUTO a Súmula da 
reunião realizada no dia 28/11/2012;

- Solicitar ao DENATRAN  que seja disponibilizado a FENEAUTO  os estudos nacionais e internacionais que subsidiaram o  estudo do uso do Simulador de Direção no processo de formação de condutores no Brasil;

- Solicitar alteração da Resolução 422 do CONTRAN disciplinando que o curso de Simulador de Direção seja um módulo separado do curso teórico/técnico e o de prática de direção veicular, sendo que, o nosso entendimento é que uma vez que o Simulador de Direção é um curso pré-prático, que o mesmo seja realizado após aprovação do exame teórico e antes da expedição da LADV;

- Solicitar alteração da Resolução 422 do CONTRAN disciplinando a diminuição de 20% (vinte por cento) para 5% (cinco por cento) da aprendizagem noturna nas aulas de prática de direção veicular e que a aprendizagem noturna seja exigida apenas para os processos de primeira habilitação;- Solicitar alteração da Resolução 423 do CONTRAN, dispondo que o Simulador de Direção possa ser instalado fora do local do credenciamento, sendo que, este regramento, o controle e a fiscalização deverão ser de competência dos Departamentos Estaduais de Trânsito;

- Quanto a  possibilidade do uso compartilhado, é importante destacar que o regramento,  o controle e a fiscalização deverão ser de competência dos Departamentos Estaduais de Transito.Finalizando, destacamos que ficamos no aguardo de uma manifestação do DENATRAN, assim como, nos colocamos a inteira disposição para colaborar e auxiliar naquilo que for necessário. Sem mais para o momento, aproveitamos esta oportunidade para  renovar nossos protestos de elevada estima e consideração.

Magnelson Carlos de Souza

Presidente

Ilustríssimo Senhor
Dr. Júlio Ferraz Arcoverde
Diretor Geral do DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRANSITO – DENATRAN e
Presidente do CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO - CONTRAN
MINISTÉRIO DAS CIDADES – BRASÍLIA / DF

Fonte: Feneauto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim.

Seja um membro você também!