sexta-feira, 20 de novembro de 2015

CEBDS e ONSV lançam ferramenta de autoavaliação empresarial em segurança viária

Fonte: ONSV

Brasília, 18 de novembro - O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) apresentam nesta quarta, 18/11, o Manual de Boas Práticas em Segurança Viária e a inédita Ferramenta de Autoavaliação, durante a 2ª Conferência Global de Alto Nível em Segurança no Trânsito – Tempos de Resultados, em 2015, em Brasília.

O principal objetivo do Manual é desenvolver um modelo capaz de aumentar a segurança viária, invertendo os impactos negativos hoje provocados pelos acidentes tanto nas empresas quanto para a sociedade. Além de reduzir o número de mortes e de lesões permanentes, as ações voltadas para melhorar a segurança viária trazem benefícios para as empresas – aumento de produtividade, redução de afastamento de colaboradores e de gastos com imprevistos, redução de acidentes ambientais com transporte de cargas perigosas, ambiente de trabalho mais saudável, entre outros.

A Ferramenta está sendo disponibilizada, gratuitamente, a qualquer empresa interessada em adotá-la, no site do CEBDS (www.cebds.org) e no site do ONSV (www.onsv.org.br). Embora elaborada com foco inicial em transporte de cargas, pode ser aplicada a transporte de passageiros.

Contexto brasileiro

Os acidentes de trânsito estão entre as principais causas de mortes prematuras ou lesões permanentes no Brasil. De acordo com o último levantamento da ONU (2010), o país estava em quarto lugar no ranking do número de mortes no trânsito no mundo, superado apenas por China, Índia e Nigéria. Estima-se que 10% das mortes ocorridas no trânsito – foram 42.266 em 2013, no Brasil – estejam relacionadas com o transporte corporativo e, por isso, entram na classificação de acidentes de trabalho.

O alto custo dos acidentes

Além dos custos incomensuráveis de vidas, o alto número de acidentes no Brasil tem impactos diretos na performance interna das empresas: desde a manutenção da frota a custos associados a indenizações e perdas de produtividade.

O Manual, produzido com a colaboração fundamental das empresas sob a coordenação da Câmara Temática de Mobilidade Sustentável do CEBDS, traz um modelo e cria uma referência para a avaliação técnica e análise dos critérios de segurança na cadeia de valor de diferentes setores. Busca orientar a realização de um diagnóstico da situação atual da segurança no deslocamento de pessoas e produtos a serviço da empresa (ex. transportes de produtos químicos; idas à reuniões etc., excluindo deslocamentos casa-trabalho) e traz recomendações para redução da exposição ao risco. Além disso, contempla cases de sucesso sobre os benefícios da gestão da segurança viária operacional nas empresas.
A ferramenta, elaborada para aplicação em empresas de diferentes portes, é um formulário automatizado de autoavaliação. Ele apresenta, como resultado do seu preenchimento, a definição de um Plano de Ação para uma melhoria nas práticas de deslocamento das empresas.


CEBDS
O CEBDS é uma associação civil sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento sustentável para empresas que operam no Brasil, interagindo com governos e a sociedade civil, além de disseminar os mais modernos conceitos e práticas relacionados ao tema. O CEBDS foi fundado em 1997 por um grupo de líderes empresariais conscientes das mudanças e oportunidades apresentadas pela sustentabilidade, especialmente após a Rio 92. Atualmente reúne 70 dos maiores grupos empresariais do País, com receitas que correspondem a 40% do PIB e responsáveis por mais de um milhão de empregos diretos. O CEBDS é o representante no Brasil do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), que é composto por quase 60 conselhos nacionais e regionais em 36 países e 22 setores industriais, além de mais de 200 grupos empresariais atuantes em todos os continentes.

ONSV

ONSV é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que desenvolve ações que contribuam de maneira efetiva para a redução dos elevados índices de acidentes no trânsito em nosso país – índices esses que vitimam mais de meio milhão de pessoas todos os anos, entre mortos, feridos e inválidos em caráter permanente. O Observatório atua muito mais do que como um órgão consultivo, pois não se limita aos aconselhamentos e/ou à emissão de pareceres. O Observatório é, na verdade, um órgão de inteligência que, por meio de educaçãopesquisaplanejamento e informação, promove e executa os subsídios técnicos necessários ao convívio harmônico entre pessoas, veículos e vias. A entidade também criou o Movimento Maio Amarelo, mobilização internacional para salvar vidas no trânsito, presente  em mais de 20 países nos cinco continentes. Em 2016, a entidade completa cinco anos e -  desde o seu surgimento -  reúne profissionais de diferentes áreas, vindos dos setores da Educação, Fiscalização, Legislação, Veicular, Engenharia etc, preocupados com os dados alarmantes divulgados da violência no trânsito. Esse grupo decidiu reunir todo o seu conhecimento, experiência e motivação em um único projeto grandioso e desafiador: mobilizar toda a sociedade em prol de um trânsito mais seguro.

Mais informações: www.onsv.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim.

Seja um membro você também!