veja os países confirmados

Quantos paises já visitei. Faça o seu mapa personalizado de viagens
Visitei 8 países das Nações Unidas (4.14%) num total de 193.
Faça o seu mapa de viagens.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Congresso Brasileiro da Associação Nacional dos DETRANS

Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV
Foz do Iguaçu, 02 e 03 de dezembro

Presidente AND - Marcos Traad
Com o tema "O Jovem e a Transformação do Trânsito, o Congresso Nacional da AND (Associação Nacional dos Detrans) reuniu mais de mil pessoas durante os dois dias de discussões na cidade de Foz do Iguaçu-PR, na primeira semana de dezembro. O presidente da Associação, Marcos Traad, fez uma homenagem ao Movimento Maio Amarelo no discurso de abertura do evento, lembrando a todos os representantes de autoescolas e funcionários dos Detrans presentes da importância de trabalhar a conscientização em todas as áreas da sociedade para um trânsito mais seguro diariamente.



Além dos debates e palestras, foram realizados minicursos em diversas áreas desde melhorias no gerenciamento das autoescolas até como os despachantes podem ter mais segurança nos processos veiculares. Uma feira com expositores de vários segmentos também foi montada na mesma área do Congresso, para levar as mais novas tecnologias para trabalhadores dos Detrans, autoescolas e despachantes.

Mais de 1.000 pessoas compareceram ao evento


O ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária) também esteve presente na feira, onde pôde divulgar os trabalhos gratuitos que realiza, na área de conscientização e educação, principalmente para os Detrans e CFCs (Centro de Formação de Condutores). O portal de estatísticas e o SOMA (Sistema de Observação, Monitoramento e Ação) foram as ferramentas que mais chamaram a atenção dos participantes do Congresso.

Equipe do Observatório
Além do vice-presidente do OBSERVATÓRIO, Mauro Gil, e da responsável pela área de Comunicação, Daniela Gurgel, também participaram do Congresso pelo OBSERVATÓRIO, o diretor-presidente José Aurélio Ramalho, a responsável pela área de Educação, Roberta Mantovani, o os Observadores Certificados Ordeli Savedra Gomes (RS), Roberta Torres (MG) e Márcia Pontes (SC).
As palestras tiveram focos variados dentro do tema do Congresso: “O jovem e a transformação do trânsito”. Psicólogos, pedagogos, educadores, sociólogos, estudiosos sobre comportamento, enfim, uma gama de profissionais de diversas áreas do trânsito esteve presente nos dois dias de discussão, com várias análises sobre o trânsito.

O Tenente-Coronel da Reserva da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul e Observador Certificado, Ordeli Savedra falou dos desafios do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) ao completar 18 anos de implantação. As principais mudanças e as alterações positivas foram ressaltadas pelo Observador.

Palestra Coronel Ordeli

A mesa que debateu “O papel da sociedade na defesa da vida no trânsito” contou com a presença de duas Observadoras Certificadas e educadoras: Márcia Pontes e Roberta Torres. Todos os debatedores dessa mesa foram unânimes e conclamaram a sociedade para, juntos, mudarmos o atual quadro de violência no trânsito.

Márcia mostrou o trabalho que é realizado em Blumenau-SC e demonstrou a importância da união entre: sociedade civil, poder público e iniciativa privada para dar condições seguras para todos que transitam.

Palestra Márcia Pontes

Palestra Roberta Torres
Já Roberta Torres trouxe o exemplo do Movimento Maio como um “case” de sucesso onde a sociedade é o protagonista da mudança. Ela citou uma frase do deputado federal Hugo Leal (PROS) para afirmar que, somente juntos, vamos ver os números do trânsito sair dos atuais 21,02 mortos por 100 mil/habitantes para quem sabe, alcançar os atuais 3 mortes por 100 mil/habitantes que a Suécia exibe. Para ela, o deputado está corretíssimo ao afirmar que: “ações específicas e pontuais com base nas características e particularidades regionais” irão nos trazer a segurança viária que tanto almejamos.




A última mesa de debates do Congresso, contou com a presença da pedagoga Roberta Mantovani e do diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho. Juntamente com mais dois psicólogos explanaram sobre “Jovem: medo, ansiedade e a violência no transito”. Roberta contou a experiência de passar por um acidente e mostrou que essa violência é previsível e evitável e que somente o tripé: fiscalização, educação e engenharia juntos irão mudar o atual momento da segurança viária no Brasil.

Palestra Roberta Mantovani

Ramalho trouxe todo o trabalho e expertise do OBSERVATÓRIO na luta por um trânsito mais seguro. Mostrou as diferentes áreas de atuação da entidade para que, cada um, possa adquirir a percepção do risco que o trânsito traz e mudar o comportamento. A Agenda Positiva e os vídeos educativos do Programa Observar foram apresentados e disponibilizados para todos os Detrans para que possam usar essas ferramentas de Comunicação para ajudar a sociedade a enxergar o trânsito como algo que precisa de muita atenção e cuidado. O ponto alto da apresentação do presidente do OBSERVATÓRIO foi a performance do ator Stenio Bueno Fornari, de 18 anos de Foz do Iguaçu que emocionou o público.
Marcos Traad Presidente da AND e José Aurélio Ramalho Presidente do ONSV 

Ator Stenio Bueno Fornari

“Gostei muito de realizar esse trabalho, agradeço essa oportunidade. Essa ong é a luz para um trânsito melhor”, disse o ator depois da apresentação.


Mais informações: www.onsv.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim.

Seja um membro você também!